Monocromático

| 8 Comentários

A coisa que considero mais idiota no mundo é tratar carro como se fosse investimento na Bolsa de Valores. Ou seja: comprar carro apenas considerando seu valor de revenda, como se todos não fossem se desvalorizar, uns mais, outros menos. Essa cultura de trocar de carro em períodos muito curtos é meio tola.

E a decorrência maior disso é o extremo mau gosto na escolha das cores dos carros hoje em dia no Brasil (presumo que o fenômeno seja brasileiro). As nossas ruas estão monocromáticas! Só se vêem carros pretos, pratas ou brancos. Às vezes, aqui e ali, um carro vermelho. Parece que a vida corre em preto-e-branco. Não se vêem mais carros azuis, verdes, amarelos, laranjas… Tudo por uma questão de pragmatismo negocial.

Com isso, escolher um carro hoje se torna algo enfadonho – todos são iguais, todos parecem iguais, e, na verdade, quase nenhum tem uma personalidade, como, por exemplo, a tinha um Fusca, um Maverick, uma Kombi, um Opala… A estética dos carros vendidos no Brasil é uniforme, refletindo apenas esse pragmatismo dos motoristas daqui.

Feio, muito feio…

8 Comments

  1. Concordo plenamente!!! EU queria um carro colorido, mas o que comprei recentemente (usado) só tem cores básicas… eu estou adorando as cores “verde marcatexto” e “azul canetinha” do novo Uno; achava lindo o vermelho coral do punto (só saía no punto); o pistache do agile tb é bonitinho.
    Outro dia estava vendo o happy hour com astrid fontenelle e, durante o papo dos convidados, no qual se falava das diferenças das infância (gerações), alguém lembrou das viagens longas, de carro: hoje em dia, apela-se para o DVD; astrid lembrou da época em que, para passar o tempo, escolhia-se uma cor e contavam-se os carros da dita cuja; ganhava quem tivesse escolhido a cor com maior número de carros. Aí a conclusão: quem pode fazer isso hoje em dia, nessa paisagem urbana cinza, preta, prata? Estímulo zero…

  2. Agora que isto está escrito, quero ver o que um certo alguém vai dizer quando eu comprar o meu fusquete… 🙂

  3. VEJA BEEEEEEEEEEEEEM!!!!!Eu disse que o carro tem personalidade, não que era uma BOA personalidade… 😀

  4. Apesar de ser um feliz proprietário de um carro preto, era a cor mais bonita que tinha do modelo, também lamento a falta de cores no transito, acredito que alguns carros, tais como o Smart, novo Uno, 500, Picanto, ou seja, essa nova geração de carros, ficam ótimos em cores berrantes….

    Esse site aqui: http://www.infonet.com.br/cidade/ler2.asp?id=79137&titulo=cidade – Traz algumas fotos antigas da minha cidade, Aracaju/SE, dá para ver a quantidade de carros coloridos que tinhamos aqui….

    Adoro o site, sou leitor assíduo desde que escutei sua participação no Podsemfio!

    Abraço!

  5. Concordo com o autor, as ruas brasileiras estão cada vez mais monocromáticas. A imaginação e o estilo deram lugar à pseudo-racionalidade.
    Quando comprei meu Uno “marca-textos” fui alertado por um monte de gente sobre a queda no valor de revenda e pensei: – “Ei, se eu quero o carro dessa cor, quando revender, alguém também irá querer…”
    Além disso, a variação de valor por conta da cor é de no máximo R$ 500,00. Banquei a minha opção e hoje estou muitíssimo satisfeito com o ponto brilhante na garagem lá de casa…

  6. Olá óculos
    Muito legal seu blog!
    Bom, como sou pobre, só tinha duas opções de cores sólidas: preto e branco. Escolhi preto. Se optasse por uma cor metálica era R$ 800 a mais e preferi investir em acessórios. Talvez isso, explique a predominância das cores monocromáticas que estão aí nas ruas. O que não me conformo, é um carro como o Fusion, ser importado apenas nas cores preta e prata. Esses dias vi um Fusion azul cintilante, lindo, chamava muito a atenção, o carro ganhou uma nova personalidade. Agora quem compra carro, pensando em revender, acho uma tremenda besteira. Lembro-me de alguém que fez uma analogia quanto a isso: você não casa, pensando na separação depois. O mesmo vale para carro. Carro tem que ser curtido.
    Bom é isso.
    Abraço

  7. Cara, pelo menos em Belo Horizonte o transito é bem diversificado. Não sei se é pelo fato da fabrica da Fiat estar aqui na esquina, mas você vê por ai muitos palios e milles que vão do azul ao amarelo – e principalmente agora com o Novo Uno é muito comum ver carros com amarelo marca-texto e verdes limão

  8. Oi Vinícius!

    Engraçado, eu tinha essa impressão que nas capitais era mais diversificado mesmo, mas amigos de fora me disseram que é assim no Brasil inteiro, então acabei acreditando.
    Agora, de fato, o Novo Uno parece desafiar isso!

Deixe um comentário...

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: