Ano Novo

| 7 Comentários

Não fiz resoluções para esse ano. Continua tudo igual: eu sem coragem de ir à academia, recomeçando regime na segunda-feira, etc… Eu deveria era tentar me livrar dessa dependência estúpida da cafeína. Mas quem trabalha no serviço público sabe o quanto isso é difícil…

A passagem do ano não foi nada anormal. Ou foi.

Sou só eu, ou keep cooler já não é mais o que era?

Autor: oculos

the guy who writes here... :D

7 Comments

  1. peraí! Quer dizer que o reveillon etílico não rolou? Depois das 4 garrafas de keep cooler? O keep cooler não é o mesmo ou vc é que mudou?

  2. Eu tomei um só…. não digo o sabor porque vai parecer baitolagem… Mas foi horrível… Ainda tenho 3 sobrando, mas tô de regime! 😀

    Mas digamos que fiquei meio bebum… se tu visse os sms que passei naquele dia fatídico depois do keep cooler… considere-se sortuda! 😀

  3. Cafeína não é tão problemática assim, a não ser que você tenha insônia. Nesse caso, adoce-o com mel que vai dar uma amenizada no efeito estimulante.
    O grande problema MESMO é o açúcar, que além de engordar, detona os dentes… Então use um bom adoçante, de preferência aspartame, que não deixa sabor residual. Prefira em pó, que é mais difícil de errar a dosagem…
    Beijocas e feliz 2006 atrasado…

  4. Neguim…
    Cadê vc, sumido ?
    Manda notícias, viu ?
    Vai rolar Caravelas ou não ?

    Meu ano novo foi igualzinho ao seu… e sem keep cooler !!!

    Comecei a dieta no primeiro dia do ano… e tive overdose de DVD’s !!!
    ahahah

    Bjão,
    Cams

  5. Bia:

    O problema é que aspartame faz mal – ou pelo menos muita gente diz que faz. Será que um açucarzinho no café vai me fazer mal? Tenho que cortar a bagaça de todo????

    Cams,

    Tô na área, só muito trabalho, e coisas assim. Acho que não vou poder ir pra Caravelas em Fevereiro. Deverei ir depois….
    Bj!

  6. Acho que nunca tomei Keep Cooler. Presta?
    Meu caro, sobre o café: depois que tive minha última crise de gastrite, há longos 3 anos atrás (acho), nunca mais tomei café fora de casa. Claro que o culpado pela crise não foi o café, mas foi uma das coisas que o médico cortou na época. De lá pra cá, acho que só quebrei essa regra uma vez… mas nunca mais tive crise nenhuma. Nunca tomei café na PMVC por causa dos resíduos estranhos que sempre aparecem nos copos…
    :o)

  7. Há muito tempo eu fui à igreja dos mormons com minha avó. minha avó era uma pessoa de verdade q, por puro amor, nao rejeitava buscar Deus em lugar nenhum. eu achava lindo isso e acabava acompanhando-a nas suas aventuras teograficas. Mas nao foi disso q vim falar aqui. foi daquela manhã de domingo na igreja dos mormons, qdo ainda era perto da fernando spinola. era fim de ano, e eles ensinavam a fazer listas de metas reais pro ano q ia chegar. fiquei empolgada com aquilo, pq ate entao eu so via gente fazendo metas irreiais- como essa dos regime das segundas, por exemplo- eu nao gosto de igrejas, é bem verdade, e foram muito muito poucas as coisas q aprendi dentro delas- aprendi, vez ou outra, como nao amar a Deus sobre todas as coisas e menos ainda ao proximo como a si mesmo- mas naquela manha eu ouvia falar em metas reais e aquilo me empolgou. nao q eu conseguisse fazer a tal lista, mas so em pensar na possbilidade de haver metas q se pudessem cumprir eu fiquei feliz. mas uns 15 anos se passaram e, de ano novo em ano novo, o que mudou de verdade? va la q consegui cumprir uma meta ou outra… entrei na faculdade..sai da faculdade…. e eu so me afastando de mim…. acho q a gente faz tudo errado. a gente vive nossa vida em anos… isso me soa como mandato de presidente….se nao dá pra fazer nada em 4 anos, imagina em um só! viver a vida dividindo-a em anos é uma coisa dificil de se fazer… e ai? como nos guiaremos entao?! nao sei. o q sei é q metas de fim de ano so servem pra deixar nossa consciencia caladinha e nosso super ego satisfeito. eita bicho chato esse tal de super ego! se bem q o meu so me importuna na hora de acordar pela manhã. nao quer se sentir desempregado e inutil como eu. entao dá logo um jeito de me fazer ouvir “os passarinhos q nao devem nada a ninguem….” ali na minha janela me mostrando q o mundo ainda esta vivo. ops! me perdi de novo…. bom, o fato é q sempre leio em todo lugar das esperanças de ano novo e isso me incomoda um pouco. soa cartesiano demais ao meu espirito capriano. eu nao vou fazer assim. dessa vez nao. o ciclo da minha vida nao é composto de anos. mas de momentos. quiça, minha lista de metas reais -ou irreais, que seja!- sera para os proximos momentos. mas quem disse q é mais facil andar um passo apos o outro? nao é nem mais facil, nem mais dificil q viver um ano apos o outro. afinal, eu sempre vivo aos tropeçoes! tropeço nas metas dos outros como se fossem minhas e é ai q vou me afastando de mim… eu quero mesmo fazer essa merda de regime? porra! eu adoro café! e vou deixar o keep cooler pra beber qdo tiver afim de me esbaldar de qquer jeito. e amanha eu vou dormir ate tarde, so porque eu quero ou vou acordar cedo, tb so porque eu quero. isso vai depender so de amanha e nao de hj à noite… e eu nao quero q isso q disse aqui caia em vc como uma sugestao ou uma critica ou coisa alguma. viver em momentos, vai ser so mais uma das tantas metas (IR)reais q se vê por ai e q a gente nunca sabe se vai ter peito pra cumprir.
    em todo caso…. q esse ano, esteja cheio de momentos bons… (caralho! como é dificil sair do senso comum!! mas vá la q um dia eu consiga…hahaha…nao, nao é mais uma meta!!)

Deixe um comentário...

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: