Você é um criminoso? Você é um terrorista?

| 6 Comentários

Eu tenho certeza que você é um(a) cidadão(ã) de bem. Sei que você é gente boa, uma pessoa honesta, um amigo para todas as horas.

Sei que se preocupa com a sua família, com alguns valores morais importantes. Sei que se preocupa com os exemplos a serem dados aos seus filhos.

Sei que seu voto é consciente. Que, na época das eleições, procura se informar sobre os projetos políticos dos candidatos, e, possivelmente, faz suas escolhas com base nas propostas dos seus candidatos.

Mas, na intimidade do seu lar, quando ninguém está olhando, você, solitariamente, vive uma vida dupla.

Você se transforma em um criminoso.

Você repassa aos seus amigos um texto qualquer, sem sequer se dar ao trabalho de pesquisar no Google algo acerca da sua autenticidade. Você não percebe que o autor da matéria sequer existe, ou sequer escreveu aquilo.

Você vilipendia a honra das pessoas, questionando, de forma covarde, a sexualidade delas, violando, de uma só vez, a postura ética, despida de preconceitos pela qual você se pauta, e a verdade, sem se dar ao trabalho de verificar a fonte da calúnia.

Você envia fichas criminais falsas, sendo cúmplice, assim, de falsificação grosseira (isso sem contar com o fato de que, enquanto a maioria de nós vivia como gado tangido durante a ditadura,  alguns contra ela se insurgiam – toda e qualquer legislação do mundo democrático trata com benevolência o crime político, porque entende que a liberdade não pode ser sufocada, e que, quando isso acontece, há que se insurgir contra isso até com a vida).

Você, que vota conscientemente, bom cidadão que é, deseja conquistar o voto dos outros pela mentira, pela calúnia que espalha no anonimato, pelo boato que espalha. Você se torna cúmplice do crime.

Crime? Sim. Basta olhar o Código Penal Brasileiro e verificar que todos esses atos constituem ou calúnia, ou injúria, ou difamação.

Você está virando terrorista.

Você espera que seus filhos sejam cidadãos iguais a você. Justos, honestos – do bem. Mas você, secretamente, pratica aquilo que não gostaria que eles praticassem. O terrorismo. A mesquinharia da destruição anônima da honra alheia.

A internet possibilita hoje que, de forma confortável, pratique-se aquela conduta típica de décadas anteriores: a da carta anônima.

Prática covarde, que não dá direito de resposta. Que tenta intimidar. Que não propõe nada de novo, apenas tem por objetivo desmoralizar o seu alvo.

E, pior de tudo: você manda esse lixo todo pra seus amigos, a mim, inclusive, que você sabe ser simpático a candidatura diferente. Ou você me julga burro o suficiente para me convencer com os ultrajes que me envia, ou, se acredita naquilo que está a me enviar, precisa rever urgentemente sua forma filtrar informações, sob risco de tornar-se mero joguete na mão dos outros.

Sei que você se preocupa com um Brasil melhor. Eu também. Vamos fazer um pacto? Você daí, eu daqui, vamos juntos estudar o programa dos candidatos, ao invés de nos deixar teleguiar por boatos que só querem desviar a nossa atenção do que realmente importa.

Vamos desconfiar do moralismo – bem x mal, ao qual tentam nos alinhar, como se não soubéssemos que todos nós temos nossas contradições. Você vota na Dilma? Você vota no Serra? Você tem lá as suas razões. Confio em sua escolha. Deixe-me cá livre com a minha. Eu não sou idiota. Eu leio o que recebo, e vai pro lixo a mentira. Fosse nosso país um lugar sério, você e os outros que repassam as notícias já estariam na cadeia. Fosse eu um inimigo seu, já teria registrado um B.O. devido à calúnia que você praticou.

Vamos adotar na política a mesma atitude que esperamos dos nossos filhos: que sejam justos. Que não queiram nada mais ou nada menos do que lhes pertence por direito. Que não falem mal dos outros, assim como esperemos que não falem mal deles. Quem não sejam fofoqueiros, espalhadores de boatos, e que aprendam a respeitar as outras pessoas, sem macular-lhes a honra.

Apelo a você, pessoa do bem que é, que reflita sobre a postura covarde de espalhar mentiras. Você não enfiaria dedo no olho ao brigar, enfiaria? Pois a covardia dos e-mails difamatórios envergonha o Brasil. Dizem que o voto dos que recebem Bolsa-Família é um voto comprado. Pois o voto daqueles que acreditam em boatos é fruto da coação moral e vergonhosa à qual somos submetidos todos os dias.

Nossa consciência, afinal, é o que nos resta. Cuidemos dela.

Autor: oculos

the guy who writes here... :D

6 Comments

  1. Texto claro, preciso e absolutamente verdadeiro.
    Na verdade, simplesmente fantástico.
    E eu ainda me surpreendo com o pequeno notável… que bobo que sou eu!
    Matou a pau!!!
    Parabéns…

  2. Francis,bonito seu discurso ,inteligente,competente como vc sempre é!
    Gostaria de dizer algo que acredito seja uma análise do momento:
    Nasci num lar de pai socialista e que acreditava no comunismo.Fui educada num colégio em que os valores morais eram o mais importante.Tive a minha casa,no dia das mães logo após o 31 de março de 1964,invadida por um pelotaõ do Exercíto para prender o meu pai,que ficou retido por 48 hrs.no batalhão da polícia em Vitória Da Conquista,e foi liberado,pq não havia provas de que ele,Moisés Félix Dos Santos,pertencesse a algum grupo político terrorista!
    Mas foi traumático amigo,e doeu em tds ,mãe familia e irmãos.
    Agora amigo vc votar em dilma ou no PT,é escolha sua,e respeitada apesar de saber que vc é inteligente o bastante para saber que vivenciamos um processo de mentiras e corrupção mais danosos pq o grupo que está no PODER,ganhou exatamente pq o discurso era de seriedade com a Nação!
    Quanto a cometer crime com noticias falsas,via internet,lamento que vc naõ tenha se manifestado quando dos crimes contra Celso Daniel,contra os dossiês sobre D.Ruth Cardoso,uma mulher decente e honesta,feitos pela casa civil da sra.Dilma Roussef.
    Tambem não houve manifestação sobre os casos de violação que é um crime grávissimo contra pessoas ligadas ao candidato Serra.Violação essas mais perigosas pq demonstra que estamos num estado terrorista,governado por homens que não respeitam Ás Leis de nosso País!
    Quero dizer à vc amigo,que a vida sexual das pessoas ,não é importante,mas os que violam as Leis ,que roubam escudados no Poder,isso sim ,é muito importante,pq deixa fragilisado um país e seu povo,afinal temos uma Legislação em Vigor,e tudo indica que o que estamos vivenciando é uma tentativa de "Rasgar Esse Constituição"!
    Lamento também que a "Ficha Criminal de Qualquer "pessoa,está à disposição de tds,portanto dizer que Dilma Roussef fez parte de atos terroristas,não é uma mentira,afinal muitos votam nela exatamente por aprovarem esse conturbado momento histórico dela e do grupo ao qual ela pertence.
    Como vc bem sabe,tivemos muitos presos políticos da nossa cidade e pelo que eu saiba,nenhum matou ninguem!
    Abraços amigo,

  3. Lídice,

    Não entendi a relação sobre o trágico acontecimento com o seu pai e o objeto do meu texto.

    Também não entendi porque você me cobra posicionamento sobre crimes outros. Querida, o objeto do meu texto foi bem delimitado. Eu não quis discutir, nesse texto, a política mundial, a injustiça do mundo ou eventuais outros crimes que aconteçam.

    Quando analisei a prática dos e-mails que circulam por aí, analisei daqueles que tenho conhecimento. Pra lhe ser muito franco, NUNCA recebi nenhum e-mail com baixarias sobre o Serra. Nunca.

    Não foi meu objetivo discutir o governo do Lula, do FHC ou de quem quer que seja. Meu objetivo foi falar sobre a campanha suja que rola na internet. Falar sobre o que você tem por crime é legítimo, mas não foi a minha proposta. Dizer o que eu não falei não é negar o que eu falei. Assim como não discuto física nuclear, também não vou falar de temas cujo conhecimento não tenho.

    Você esperava de mim que fizesse uma análise sobre problemas que não me propus a discutir, porque não sou obrigado a discutir tudo o que querem discutir comigo, assim como não vou lhe propor que disserte sobre o que também considero crime praticado por políticos de direita. Cada um discute o que quer. E não quis me manifestar sobre aquilo que você chama de crime porque, francamente, assim como tenho minha escolha partidária, apesar das consequências que essa escolha implica, você também tem as suas, apesar das consequências. Calculamos nossos riscos.

    Mas tive que me pronunciar, e sobre o objeto do texto, em si, você não se manifestou (a não ser sobre a questão da sexualidade), porque os crimes dos quais eu falei são praticados diariamente e, desses sim, sou testemunha direta. Esses crimes estão na minha caixa de e-mails todos os dias. Todos os dias tenho que fazer uma limpa na minha caixa postal. Todos os dias sou obrigado a testemunhar crimes. Esses outros, que você apontou como crimes, esses não testemunhei.

    Agora, confesso que me espanta o fato de 100% de todo e-mail que recebo com calúnias são direcionados contra o PT ou Dilma. Sintomático? Talvez.

  4. P.S. – Eu não disse que a Dilma praticou ou deixou de praticar ato terrorista. Eu disse, isso sim, que ficha criminal de candidato, falsa e adulterada, circula na internet. Qualquer pessoa que ler o meu texto poderá usá-lo para condenar qualquer calúnia contra o candidato José Serra. Apenas citei exemplos que testemunhei, porque eram os únicos que dispunha. Qualquer e-mail com calúnia, injúria ou difamação, contra qualquer candidato ou pessoa, merece o mesmo repúdio, e quero crer que tanto você como eu condenamos isso, certo?

  5. Tataiiiiii, brigadoooooo 😀

  6. Francis,se pensarmos que o que circula na internet sobre Dilma é crime(nisso concordamos quanto a fatos mentirosos)mas não é o caso da “Ficha Criminal De Dilma Roussef!”
    Portanto não vão conseguir parar com as muitas notícias veiculadas sobre Dilma ,pq ela mesmo ou os cumpanheiros dão munição diariamente para tais emails…
    Bijins…

Deixe um comentário...

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: