Duplicação da BR-116 já!

| 2 Comentários

Eu não sei se o nobre leitor sabe, mas no Edital da concessão à iniciativa privada do serviço de rodovia, mais especificamente da BR-116 (divisa com Minas a Feira de Santana) na Bahia, está prevista a duplicação total de cada trecho caso o volume diário atinja 6.500 veículos.

Alguém duvida que esse alvo já foi atingido?

Ora, basta viajar na BR-116 para perceber que a rodovia está saturada, e que uma duplicação é urgente.

Semana passada, voltávamos de Salvador, quando vimos 4 acidentes entre Feira de Santana e Conquista. A rodovia, apesar do melhor estado de seu asfalto nos dias de hoje, está muito mais lenta. Li hoje na Folha de São Paulo um artigo (disponível apenas para assinantes) onde é mencionado que 90% do tráfego na BR-116 aqui na Bahia é de caminhões. Senhores, 90%!!!! O artigo falava que o crescimento do Nordeste é comparável ao da China, com infraestrutura africana. O cerne é que, com o crescimento do país, é impossível conceber que nosso transporte de carga continue a ser feito por caminhões.

Mas, voltando ao assunto, o Governo deveria informar exatamente qual o tráfego diário de veículos. Algo me diz que o volume necessário para a duplicação completa já foi atingido. Se não foi atingido, foi uma temeridade colocá-lo nesse patamar, porque a rodovia já está inviável nas atuais condições.

Ou isso, ou então vamos encarar mais de 1.000 acidentes por ano em trecho inferior a 400km…

Autor: oculos

the guy who writes here... :D

2 Comments

  1. Francis,

    ouvi ontem a noite o podsemfio do qual sou fã e tive a surpresa de saber que você é um advogado online.

    Sou um grande entusiasta do uso da tecnologia no mundo jurídico e um tocerdor para a digitalizaçao os procedimentos judiciais, pena que nosso TJ aanda devagar demais.

    Te dei um Follow no twitter agora só falta você me aceitar lá pra gente poder trocar algumas ideias sobre o tema.

    Pra o meu comentário não ficar totamente off-topic gostaria de deixar meu manifesto pelo transporte ferroviário.Este sim deveria ser a principal forma de transporte de cargas no Brasil, junto com o fluvial! Mas depois da privatiçao da Rede Ferroviária Federal o que a gente viu foi um total abandono e sucateamento das linhas de ferro e a morte do interrior do pais que vivia em função da malha ferroviária.

    Abraços.

  2. Oi Társis!

    Valeu pela sua visita e comentário!
    Nosso TJ anda a reboque do CNJ. Se o CNJ manda, eles fazem. Vide o PROJUDI. De resto, é tudo insuficiente, lento e ruim.

    Quanto às ferrovias, concordo, e digo mais: não engulo o fato de que a ferrovia leste-oeste não irá passar por Conquista. Acho um absurdo.

    Um abraço!

Deixe um comentário...

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: